Bem Vindo!

Controle de Constitucionalidade e Cláusulas Pétreas Implícitas

Seja o primeiro a comentar este produto

Disponibilidade: Esgotado

De: R$70,00

Por: R$56,00

Descrição Rápida

Controle de Constitucionalidade e Cláusulas Pétreas Implícitas: a irredutibilidade do direito fundamental ao meio ambiente.


Autora: Juliana de Oliveira Jota Dantas.


ISBN: 978-85-8399-015-4


Edição: 1ª - ano 2015.


Preço: 70,00


Tamanho: 14x21x2


Referência: Direito Ambiental, Direito Constitucional.


Trecho da obra para download.

Controle de Constitucionalidade e Cláusulas Pétreas Implícitas

Detalhes

Apresentação.

 

No ano de 2009 foi apresentada uma proposta de emenda à Constituição de 1988 que teria por objeto reduzir o texto constitucional a setenta artigos. Em sua justificativa, apontou-se que o poder constituinte reflete a força dominante, em um dado momento, no conflito de interesses da vida em sociedade. Não à toa, a transição da ditadura para a experiência democrática fez com que a Carta cidadã enraizasse a constitucionalização, movimento comum ao fenômeno neoconstitucionalista.

Para o parlamentar proponente, o amparo constitucional transparece o intuito de afastar a superveniência de interesses diversos e, por haver uma imensa gama de prerrogativas a ser protegida, acabou-se por inflar o espaço constitucional, fazendo ali constar uma série de políticas que deveriam ser atribuídas ao legislador. Dever-se-ia rebuscar o sentido material da Constituição, resguardando-se a organização do Estado e a defesa de direitos tipicamente constitucionais, desconstitucionalizando as demais matérias, cingidas pela dinâmica e constante alteração, o que em sede constitucional serve apenas para enfraquecê-la.

(...)

Em que pesem primeiras impressões, ressalta-se a transindividualidade que marca o bem jurídico, acentuando-se o questionamento quanto à sua pertinência junto àquele verbete normativo. Seria um direito fundamental alocado de forma difusa, porém com similar força vinculativa ao constituinte derivado?

Tratar-se-ia, então, de uma cláusula pétrea implícita? 

A assertiva não pode ser feita sem celeuma. A inclusão do tratamento constitucional ao meio ambiente no chamado núcleo de intangibilidade sustenta-se, a priori, na constatação de que a questão ambiental funde-se à ideologia constitucional ora dominante, caracterizada pela ascensão dos princípios na ordem normativa e pela supremacia dos direitos humanos – a saber, a primazia da dignidade do homem, indivíduo e coletividade –, indo ao encontro da proposta neoconstitucionalista.

 


 

Juliana de Oliveira Jota Dantas – é advogada, possui graduação em Direito pela Universidade Federal de Alagoas (2003), especialização em Ciências Criminais pela Universidade Federal de Alagoas em convênio com o Ministério Público do Estado de Alagoas (2009), mestrado (2006) e doutorado (2014) em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco. Professora Titular da Sociedade de Ensino Universitário do Nordeste (SEUNE), além de ser professora nos cursos de Pós-Graduação do CESMAC, em Maceió, Alagoas. Tem experiência na área acadêmica de Direito, atuando principalmente nas searas do Direito Constitucional, Civil e na tutela jurídica de direitos transindividuais. Desenvolve produção científica com os seguintes temas: soberania, meio ambiente, direito internacional do meio ambiente, direito constitucional ambiental, jurisdição constitucional e limitações ao poder constituinte derivado.

Você pode também estar interessado nos seguintes produtos

A Soberania Nacional e a Proteção Ambiental Internacional

A Soberania Nacional e a Proteção Ambiental Internacional

De: R$36,00

Por: R$28,80

Lições Preliminares de Direito Ambiental

Lições Preliminares de Direito Ambiental

De: R$20,00

Por: R$18,00

   

Tags do Produto

Utilize espaços para separar tags. Utilize aspas simples (') para frases.